13 de jun de 2010

O PODER DO EVANGELHO E SUA INFLUÊNCIA

Vivemos um tempo muito perturbador. A fé está escassa e o amor tem se esfriado, vivemos uma época de egoísmo e egocentrismo. “EU” sou a pessoa mais importante do mundo, o mundo gira em torno de mim e tudo que existe, existe para me satisfazer. Muitas vezes este é o pensamento que toma conta de nossas mentes. Inconscientemente pensamos assim, mas o que entristece é que muitas vezes fazemos isso conscientemente.

Até no que é ruim queremos ser melhor do que os outros. É fácil fazer o teste, chegue um dia em seu trabalho e fala que dormiu mal ou que está com dor de cabeça que logo vão aparecer aqueles que dirão que já faz duas noites que não dormem e que a enxaqueca ataca faz mais de uma semana. Isto é egoísmo puro, não nos importamos mais com o nosso próximo, o nosso problema é maior do que o de todos e não nos importamos em ser solidários com a insônia ou com a dor de cabeça de nosso amigo, queremos sim, mostrar que, isso que o aflige é maior em nós do que nele.

Agora uma pergunta que eu faço: se o evangelho é transformador, por que a Igreja está cheia de pessoas assim? Se o evangelho faz a diferença nas pessoas por que as pessoas não são diferentes? O que o evangelho tem feito na vida das pessoas? Parece que o evangelho não constrange mais as pessoas. Parece que o sacrifício de Jesus na cruz não faz mais a diferença na vida das pessoas. Também não se ouve mais falar em sacrifício, em cruz, em pecado, em arrependimento. As igrejas, principalmente as midiáticas, falam de tudo, menos de ARREPENDIMENTO. É dízimo – e algumas igrejas têm falado em 20% - são curas e milagres que deixam dúvida em nossa fé. O que será que realmente tem acontecido.

Se o Brasil é de Jesus, como muitos dizem. Se o Brasil é um dos países mais evangelizados, como se ouve por ai, por que, eu pergunto, por que a violência tem aumentado, por que mais e mais jovens se tornam usuários de drogas, por que a cracolândia, em São Paulo e nas grandes cidades, só aumenta o número de pessoas se drogando? Por que a corrupção não para, num congresso onde muitos são evangélicos? Que influência o Evangelho tem feito nesta sociedade tão drogada?

Creio que está na hora de, nós cristãos, abrirmos os olhos, pararmos de criticar outros credos e outras religiões, nos posicionarmos como cristãos. Não aceitar o que a TV tem nos mostrado. Não aceitar o quanto líderes têm roubado nosso coração, tirando o foco que é Jesus e colocando o foco no dízimo ou nos milagres duvidosos. Se quisermos realmente fazer a diferença temos que mostrar que somos diferentes, por que se, eu enquanto cristão, não fizer a diferença, que diferença faz?

No amor do Eterno

João H. R. Marçal

Um comentário:

  1. Pas seja contigo

    As distorções que são feitas ao Evangelho puro e simples de jesus Cristo tem trazido toda esta discrepância e contradição às igrejas e vidas de milhares e milhares de pessoas, que munidas de uma fé natural, humana, artificial, baseada mais nos feitos nossos, nos votos, campanhas e ofertas, do que no caminhar diario com Cristo.

    Devemos lutar pela fé Evangélica (no Evangelho e não em igrejas que se dizem evangélicas, com as armas espirituais e enquanto estivermos neste corpo, devemos militar o bom combate sempre.

    ResponderExcluir