5 de abr de 2010

Santos promete ações para reparar incidente religioso

Por João Marçal

Isto só nos mostra o quanto a "ala evangélica" de qualquer segmento (futebol, artistas, cantores e outros) famoso ou não está despreparada para fazer o bem. A Igreja embute algo na mente das pessoas e essas, por sua vez, têm isso como verdade absoluta. Jesus andou com prostitutas, pecadores, cobradores de impostos, era chamado de glutão e beberrão. Ele, Jesus, não andava com santos, pelo contrário, Ele mesmo disse que os sãos não precisam de médico.
A bíblia nos diz que se pudermos fazer o bem e não fazemos estamos pecando, ela não diz pra que tipo de pessoas devemos fazer o bem, diz apenas FAZER O BEM. Será que esses jogadores que se dizem evangélicos entendem o significado de fazer o bem? Será que já leram a parábola do Bom Samaritano? As igrejas às quais eles pertencem precisam ensinar isso a eles.
Leiam matéria na integra, extraído do site:

http://br.esportes.yahoo.com/noticias/d-sport-santos-promete-acoes-reparar-incidente-05042010-82.html

O presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro irá se reunir com o elenco do Santos nesta segunda-feira. O objetivo é convencer a ala evangélica do grupo a promover ações beneficentes em prol da instituição espírita Lar Mensageiros da Luz, para reparar o incidente da última quinta-feira - alguns jogadores se recusaram a entrar no local, que cuida de portadores de paralisia cerebral e outras deficiências, para participar da entrega de ovos de Páscoa.

"Alguns já me procuraram, entre eles o Ganso e o Neymar, dispostos a ir até lá. Farei uma preleção na segunda-feira para conversar com todos. A ideia inicial é que aqueles que pretendem se redimir doem os uniformes do jogo com o Sertãozinho para a instituição leiloar", disse, durante o programa Mesa Redonda, da TV Gazeta.

Ribeiro ainda contou o polêmico episódio em detalhes. Segundo o presidente, apenas o volante Roberto Brum havia se recusado a pisar em instituição espírita quando surgiu o convite. Quando chegaram no Lar Mensageiros da Luz, Robinho, Neymar, Paulo Henrique Ganso, André, Marquinhos, Léo e Fábio Costa preferiram permanecer no ônibus do clube.

"É interessantíssimo, pois todos sabiam aonde a gente ia. Eles tinham aplaudido a iniciativa, já que inicialmente apenas o Dorival Júnior e eu visitaríamos o lugar. O Roberto Brum, no seu direito, pediu licença para não ir e foi respeitado. Os outros mudaram de opinião quando chegaram ao recinto. Acho que eles cometeram um equívoco, cedendo a um impulso imediato. Alguém talvez tenha digo que não desse sorte", narrou o presidente, preferindo exaltar a tolerância religiosa de outros atletas.

"Onze jogadores nos acompanharam. Foi um gesto louvável de solidariedade humana no espírito da Páscoa. Eu visitei a instituição e vi cenas comoventes, de crianças que se expressam apenas com o olhar. Mas acontece. Ninguém é obrigado a fazer caridade. O que aconteceu foi um enorme mal-entendido", definiu.

Para o presidente, a juventude dos atletas do Santos é uma explicação para o incidente - apesar de muitos daqueles que não concordaram com o gesto filantrópico à casa espírita já sejam experientes. "Quando a gente ainda não passou por um processo de maturação, tendemos a tomar atitudes impensadas. Eles são meninos do bem, centrados e alegres, que estão começando na profissão agora. Foi um erro, que poderá ser reparado após o jogo com o Sertãozinho", reforçou Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro.

3 de abr de 2010

Sabemos o que é a páscoa?


É Páscoa, mas será que as pessoas sabem o que isto significa?
Tenho visto tanta gente, mas tanta gente em lojas comprando chocolate, no centro da minha cidade vi até um lugar com uma fila enorme do lado de fora, quanta paciência para se comprar chocolates e presentear quem se ama.
Pensando assim, acredito eu que as igrejas também estarão lotadas, tanta gente querendo comemorar a páscoa, isto significa que todos sabem o seu significado. Pena que isso não é verdade. Pena que muitas crianças, que tanto vêem nos comerciais da televisão (pelo menos aquelas que têm TV) propagandas de chocolate, não vão ter a grande oportunidade de comer se quer um bombom nesta páscoa.
"Por que procura entre os mortos aquele que é vivo?" Disse o anjo às mulheres que tinham ido chorar aos pés do túmulo de Jesus.
Esta é a verdadeira essência da Páscoa, morte e ressurreição de Jesus Cristo, o fato mais marcante e mais extraordinário de nossa história.
Quanto aos chocolates, qualquer hora é um bom momento para se degustar um bom chocolate mas o que nós não podemos, de forma alguma, é nos esquecer de que Jesus morreu e ressuscitou, mas antes disso Ele sofreu muito para nos dar uma vida de plenitude, amor e paz.
Pensemos nisto e poderemos ter uma feliz Páscoa.
Deus abençoe a todos.
João Marçal - Teólogo