25 de nov de 2008


Buscai pois, em primeiro lugar, o reino de Deus...Mt 6:33


Muito se tem ouvido falar de um Deus que prospera, que cura e que tem o poder de mudar tudo na vida de todos. Não que Deus não possa fazer isso, o Seu poder é infinito e Ele pode e faz muito mais do que isso. Mas não é só isso.


Muitos têm sido atraídos por promessas sobrenaturais, muitos buscam benefício próprio quando se vai a uma igreja, seja ela qual for. É corrente disso, oração pra'quilo, oferta para não sei o que.


Por isso, parafraseando Vinícius de Morais sobre as pessoas nos bares eu digo: "as igrejas estão cheias de pessoas vazias."


Talvez pastores e líderes cristãos digam que sou rebelde por dizer isso, mas o que se tem visto e ouvido em determinadas igrejas e/ou programas de tv não condiz com a palavra de Deus ou, muito menos, com os ensinamentos de Jesus.


Não se ouve sobre morte e ressurreição de Cristo, não se fala sobre a vergonha da cruz, não se fala sobre o obstinado amor de Deus pelas pessoas.


Quando algumas igrejas dizem: "venha do jeito que você está, é porque elas estão interessadas no que você tem." O evangelho é algo simples de se compreender, mas eu não tenho visto o Jesus dos evangelhos sendo pregado.


A igreja que deveria ser lugar de libertação se transforma muitas vezes, em peso e jugo na vida das pessoas. Segundo Brennan Manning, em seu livro A Assinatura de Jesus diz: A cruz, assinatura de Jesus, é a expressão última de amor de Deus pelo mundo (...) não há discipulado sem cruz. Não sou seguidor de Jesus se vivo, com Ele em Belém e Nazaré e não no Getsêmani e no calvário.


Eu quero conhecer este Jesus, eu quero aprender d'Ele e com Ele, eu quero ser discípulo deste homem e amado por ele. Eu quero a minha vida no Getsêmani e no Calvário. A igreja precisa, novamente, voltar ao primeiro amor, se colocar novamente na presença de Jesus, buscar o reino de Deus e a sua verdade, o que raramente tem feito.


O que Jesus mais combateu quando esteve aqui na Terra foram os religiosos de sua época, e hoje a igreja se torna tão legalista como eram aqueles que Jesus combatia, detentora de uma verdade que não é Jesus, egoísta que só pensa em si dizendo que se preocupa com o próximo. Jesus diz em Mt 11:28 vinde a mim todos vós que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. É simples assim, Ele nos ama e pede para trocar de fardo e jugo com ele. Não se deve impor, pois em Deus somos livres e a Igreja, verdadeiramente, só se tornará uma quando compreender isto.


Deus seja com todos nós.


João Henrique Marçal


Bacharel em Teologia

4 comentários:

  1. muito bom João
    parabéns pela iniciativa
    escrever é um exercício necessário aos espíritos inquietos.
    abçs
    jonair

    ResponderExcluir
  2. Olá João!
    Gostei bastante do seu primeiro texto....mas tá muito difícil de ler, porque as letras da cor que você colocou não aparecem...Dá uma olhada no layout.
    No conteúdo, irretocável!
    Abçs!

    ResponderExcluir
  3. Oi JH!! Gostei do Blog, Temos q espalhar o evangelho!! Pois Jesus Breve virá!
    Tbem tenho meu blog. foi construindo durante uma disciplina de WEB 2.0 na faculdade, valendo nota no final do semestre. Agora vou trnsforma-lo em instrumento para levar mensagem do amor que nosso Deus tem por nós, sendo nós pecadores...
    Beijos
    at +

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir