15 de jan de 2009

Com Cristo no barco


Eu estarei com vocês, todos os dias, até o fim. (Jesus Cristo)


Esta é uma das mais importantes promessas de Jesus aos seus discípulos. Até esta época, quando os judeus queriam “ver a Deus” eles iam ao Templo, que era a representação física da presença de Deus. Jesus, porém, afirmou que Ele é a Plenitude de Deus e que não há mais a necessidade de Templos, rituais, cultos ou qualquer elemento religioso que o represente na terra. Deste modo, só se “vê a Deus” através da fé, na consciência, não em lugares ou representações religiosas.

Outra razão importante para esta promessa era a de encorajar seus discípulos a permanecerem firmes depois de sua partida, porque apesar de todas as expectativas de triunfo constante, a vida lhes seria muito hostil a partir de então, de tal modo que
em alguns momentos eles se sentiriam sozinhos, abandonados, como se tudo o que viveram com Jesus não tivesse passado de uma ilusão. Como por vezes nos sentimos, como se Deus não existisse, ou não se importasse conosco.

Jesus prometeu estar conosco e fez questão de fazer destas suas últimas palavras porque sabia que precisaríamos lembrar disso muitas vezes, quando nos sentirmos sozinhos, quando percebermos nossa maldade, quando o mal sobre nós se abater. Ele não prometeu mares tranquilos, mas prometeu estar em nosso barco sempre. E podemos confiar que tudo está sob seu controle, como Ele confiou no Pai enquanto tirou uma soneca no meio da tempestade (Lucas 8.22-25).

© 2009 Alexandre Robles

www.alexandrerobles.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário