17 de dez de 2008

O QUE HÁ PARA COMEMORAR?


Todos os finais de ano a mesma coisa, a mesma ladainha, isso me cansa. O que há para comemorar quando o mundo está em guerra, quando milhões morrem de fome, crianças desnutridas mulheres estupradas e tantas outras atrocidades. Que orgulha medíocre ser um cristão em nossas épocas. O que fazemos, fazemos para nós mesmos, não há o que comemorar. Não há preocupação com o próximo, não há amor, o amor que Jesus ensinou. O que as igrejas têm feito em prol do próximo, ela pensa apenas nela mesmo, nada mais. Se você faz parte de uma é mais um grupinho fechado, que pensa em si. Quando é que vamos aprender a amar o próximo, como Cristo ensinou na parábola, tão citada na igreja, do Bom Samaritano? Nunca chegaremos aos pés daquele bom samaritano. Cite pra mim pessoas que fazem isso? Madre Tereza, Gandhi, São Francisco de Assim? Quem mais? São tão poucos os bons exemplos que nos são dados. Choramos ao ver o que acontece ao redor do nosso mundo, mas damos graças a Deus por não ser conosco. Choramos pelo que acontece com as crianças na África, mas oramos pelo nosso bem estar. O que há para comemorar. Envergonho-me por ser um cristão medíocre que não tem feito nada pelo próximo. Jesus se envergonharia nos dias de hoje por existirem igrejas que não dão a mínima. O que posso dizer mais? O que posso fazer mais? É tão fácil chegar em minha casa, ter comida, roupa lavada, uma boa cama para dormir.... Mas enquanto isso muitos comem lixo, muitos dormem no chão, muitos cheiram tão mal que não há como chegar perto deles, e são para esses que Jesus veio, são esses que serão acolhidos por Deus no último dia. Passou da hora de repensarmos nossa vida...mas enquanto isso... lembrem-se, semana que vem é natal, sua mesa estará farta, boa comida, boa bebida, bons presentes para todos...hipócritas...

João Marçal
Bacharel em Teologia




SOLI DEO GLORIA

video

Um comentário:

  1. Eu faço parte de um "grupinho fechado" chamado igreja de Cristo. Jesus nos ensinou que deveríamos congregar. Também é ensinado na palavra de Deus que primeiro precisamos cuidar das nossas casas, alimentarmos os nossos, para então pensarmos nos outros. Na igreja primitiva não há relatos de prestação de assistência social e sim de reuniões de ensino, de compartilhamento entre irmãos. Também a bíblia nos ensina que no final dos tempos haveria uma certa apostasia em que muitos ( inclusive os cristãos) seriam enganados com falsas doutrinas. Também nos alerta contra a revolução das coisas deixadas por Cristo ( como a igreja por exemplo). Sinto muito amigo, mas as muitas letras matam. Continuo com o ensinamento primitivo de Cristo, congregando emfamília, aprendendo mais do amor de Cristo entre os irmãos.

    ResponderExcluir